Seu browser não suporta execução de scripts.

Guarda Municipal de Novo Hamburgo

  • Banner guarda municipal
  • uso adequado da cadeirinha
 

Prefeitura de Novo Hamburgo assina termo de adesão com o Estado na área da segurança

13/12/2017 17:40

Em cerimônia realizada na manhã desta quarta-feira, 13, no Palácio Piratini, a prefeita de Novo Hamburgo, Fátima Daudt, assinou o termo de adesão ao SIM/RS (Sistema de Segurança Integrada com os Municípios), que tem como principal objetivo reforçar ainda mais o trabalho em conjunto entre as forças de segurança, cooperando com a troca de informações e implantação de sistemas e estruturas tecnológicas.

"O combate à criminalidade é feito de várias formas, e uma delas é por meio da união de esforços. Já vínhamos trabalhando neste sentido e, a partir de agora, vamos intensificar ainda mais a troca de informações e a integração de várias ações", destacou a prefeita Fátima Daudt, que participou da assinatura do documento ao lado do secretário de Segurança de Novo Hamburgo, General Roberto Jungthon.

O SIM/RS é coordenado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) e reúne órgãos estaduais, municipais, federais e entidades da sociedade civil organizada. A adesão é feita de acordo com a estrutura disponível, sem necessidade de criar novos órgãos que onerem os cofres públicos.

O Sistema de Segurança Integrada trabalhará em tecnologia, informação e inteligência, operações, prevenção primária, sistema penitenciário e ressocialização. Cada eixo conta com uma série de ações, determinadas de acordo com a realidade de cada município.

COMO FUNCIONA - A troca de informações entre os órgãos de Segurança Pública será feita com base em compartilhamento de bancos de dados e na abertura de canais interinstitucionais permanentes de comunicação. A iniciativa vai contribuir para o aprimoramento da capacidade de pronta resposta e com operações de médio e grande porte. A parceria fortalecerá os setores de inteligência dos órgãos envolvidos.

O sistema foi proposto ainda a agir nas causas da criminalidade e da violência social. Para tanto, serão elaborados e oferecidos programas de prevenção primária, envolvendo jovens e adolescentes. As principais ações terão foco na prevenção do uso de drogas, combate aos pequenos delitos, estímulo à cultura, esporte e lazer e à criação de redes sociais e de comunicação entre comunidades e microrregiões.

(Com informações da Secretaria de Segurança Pública do Estado)

Recomendar esta notícia via e-mail:
  • Imprimir
  • Recomendar
  • Compartilhe
  • PDF
  • Inicial
  • Voltar